• todospramesa

Como posso dar cereais ao meu bebé?

Atualizado: 26 de abr. de 2021

Como introduzir os cereais na alimentação do bebé?


Os cereais podem ser introduzidos logo no início da diversificação alimentar. Normalmente são oferecidos sob a forma de papa, mas não tem que ser sempre essa a opção. Quando falamos de cereais, estamos a falar do arroz, milho trigo, cevada, aveia, millet… Mais uma vez, a palavra de ordem deve ser variedade, quer de sabor como texturas.


Os cereais com glúten ((trigo, cevada, centeio e aveia -por contaminação)) é muitas vezes motivo de dúvidas. Aas recomendações dizem que o glúten pode ser introduzido a partir dos 6 meses em pequenas quantidades e não deve ser atrasado em crianças com maior risco de desenvolver alergia alimentar.


Em relação às papas, estas podem ser caseiras ou de compra, sendo que as duas opções são válidas, e em qualquer uma delas a variedade é grande. Com ou sem fruta, com ou sem leite, com misturas de fruta ou cereais.


Costumo sugerir, que pelo menos numa primeira fase, a oferta seja de papas simples, sem grande mistura de sabores para que mais uma vez se possa trabalhar os diferentes paladares dos alimentos.


Assim, a receita que apresentamos é de uma papa que podem preparar em casa. É uma receita inspirada numa feita pela Sandra Santos no livro – Papinhas da Xica - Guia de alimentação para o 1º ano do bebé (sigam o link para conhecerem mais receitas).




Receita

Papinha de millet e pera







Ingredientes:

3 colheres de sopa de millet ou milho paínço

1 Pêra

250 ml Água








Procedimento:

Comece por demolhar o millet, durante umas horas (1 hora no minimio)

Lave, descasque e corte a pera em pedaços pequenos

Num tacho pequeno, coloque o millet a cozer na água, durante cerca de 20 minutos.

A meio do tempo e cozedura deve adicionar a pera partida.

Deixe que tudo fique bem cozido e no final triture com a varinha mágica até obter a consistência desejada.


*Para aconselhamento individualizado do caso do seu bebé recomendamos marcar consulta de nutrição.


Referências:

Fewtrell M, Bronsky J, Campoy C, Domellöf M, Embleton N, Fidler Mis N, et al. Complementary Feeding: A Position Paper by the European Society for Paediatric Gastroenterology, Hepatology, and Nutrition (ESPGHAN) Committee on Nutrition. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 2017; 64(1):119-32.

Associação Portuguesa de Nutrição. Alimentação nos primeiros 1000 dias de vida: um presente para o futuro. E-book n.o 53. Porto: Associação Portuguesa de Nutrição; 2019.


Direção Geral de Saúde. Alimentação Saudável dos 0 aos 6. Orientações para profissionais e educadores. Direção-Geral da Saúde, 2019.

84 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo